7 Artistas do Volatile Viewing
of Videos
selecionados pela Kulturforum

Sud-Nord, Cotonou - Hamburg
Benin

 

 

Stephan Köhler
O papel da videoarte em Benin 
Apesar da falta de escolas de arte e salas oficiais de exposição, Benin tem uma cena artística viva. Pouquíssimos artistas conseguem obter uma bolsa de estudos e ir ao strangeiro, portanto quase todos são autodidatas ou aprendizes de artistas experientes do
país. Nos últimos dez anos, surgiram vários espaços e festivais culturais administrados por artistas e curadores cujas atividades contemplam um amplo espectro, das artes visuais ao teatro, filme, vídeo e fotografia.


Georges Adéagbo e eu encontramos em Benin mais diversidade nas demonstrações artísticas realizadas através da fotografia e do vídeo do que na pintura e na escultura. Parece que essas mídias permitem ao artista criar um conteúdo imediato, livre das convenções estéticas
e materiais associadas a ele. Embora muitos trabalhem no mesmo estilo na pintura e na escultura, ao criar vídeos e fotografias os artistas de Benin ousam uma abordagem mais individual e única. É por isso que o Kulturforum Sud-Nord apoia esse processo através de
workshops e exposições e cria plataformas em que os vídeos podem ser vistos, por exemplo, durante a abertura da recente Biennale di Venezia de 2015. Apresentamos uma escolha pessoal, feita por nós dois de maneira espontânea, sem a pretensão de exibir um panorama
abrangente da videoarte nesse país.


Nos vídeos aqui representados, os artistas investigam sua relação com as tradições do oeste africano, como o vodu e os processos de cura (Totché, Oussou, Johnson-Spain), suas origens e a mestiçagem (Christelle Yaovi) e a relação entre os lugares e a memória coletiva
(Pelagie Gbaguidi). Alguns criticam o mau funcionamento de suas sociedades (Seraphin Zounyekpe, Ishola Akpo) e também fazem o vídeo resultante da oficina de documentário organizada por Idrissou Mora Kpai sobre grilagem de terras e segurança alimentar. Todos os vídeos dão início a processos de reflexão e convidam os espectadores a pensar nas próprias relações com sua origem e a vida atual, não importa onde estejam.

8 May 2014  - 6 July 2014
Château de Penthes, Geneva-Pregny

19 November  2015 – 28 February, 2016
19 de novembro de 2015 a 28 de fevereiro de 2016

SESC Belenzhino, Sao Paulo
 Abertura: 18 de novembro, às 18h
OPENING November 18th, 2015